Há 19 anos atrás, a Polícia entrou em confronto e matou o “Maníaco de Iretama” - #CR3 - CentralR3

Há 19 anos atrás, a Polícia entrou em confronto e matou o “Maníaco de Iretama”




O caso Lázaro Barbosa nos fez lembrar que em Iretama, no ano de 2002, existiu o “Maníaco de Iretama”.


O assunto foi bem comentado na manhã deste sábado também no grupo “Boca do Povo”, no WhatsApp, onde moradores de Iretama relembraram o assustador ocorrido.


O agricultor Noel Bruno Ribinski, de 32 anos, foi acusado de ter assassinado um adolescente, estuprado três mulheres e ainda atacado outras quatro.  


O maníaco foi morto durante confronto com a Polícia Militar. Ele estava escondido em uma área rural do Município de Iretama, onde foi encontrado pela PM. Armado, ele reagiu a tiros quando a equipe policial chegou para cumprir o mandado de busca e apreensão. Dois policiais ficaram feridos no tiroteio.


Na ocasião, 25 homens fizeram o cerco à casa onde estava o acusado, que foi atingido por três tiros, um deles no coração.  


A perseguição a Ribinski na madrugada do dia 10 de maio de 2002, quando teria matado o estudante Josemar de Mendonça, de 17 anos. Para fugir ele tomou como refém uma amiga do rapaz assassinado, também de 17 anos, e se escondeu no mato. A moça conseguiu escapar o criminoso 17 horas depois do sequestro. Naquela ocasião, vários policiais fizeram um cerco na região, mas ele conseguiu fugir.


Uma semana depois o acusado foi preso ao descer na rodoviária de Londrina, armado com um revólver calibre 32. No entanto, três dias depois escapou da delegacia de Campo Mourão, onde negou todas as acusações.


Já em outubro de 2002, ele [o maníaco] foi encontrado e morto pela Polícia.


Informações: Tribuna do Paraná



Nenhum comentário:

Postar um comentário

test