Publicidade:

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Iretama: Moradora está desesperada. DNIT requer a remoção da residência às margens da BR-487

Mulher trabalha roçando pasto e fazendo cerca.


O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), através da Superintendência Regional de Campo Mourão, após um levantamento realizado na BR-487, próximo a ponte do Rio Muquilão, no Município de Iretama, constatou irregularidades na moradia de uma munícipe as margens da rodovia. Segundo o órgão, a residência da moradora ocupa a faixa de domínio da rodovia federal, ou seja, a área não edificante dentro do limite de 15 metros em ambos os lados e por isso moveu ação contra a moradora, Marlene Ribeiro de Lima, 37 anos, requerendo a remoção da residência.  


Agora Marlene, que mora no local há mais de três anos, está desesperada, pois foi estipulado o prazo para ela deixar a residência, sendo até o dia 10 de novembro. Detalhe: ela não tem pra onde ir.

Conversamos no domingo (1º) com a senhora Marlene e pudemos notar que se trata de uma pessoa muito humilde, batalhadora e que está desesperada, pois o medo de ficar na rua é muito grande.

"Eles falaram que se eu não sair, vão derrubar a casa", disse a moradora.

Assista a entrevista realizada pelo blog (clique na imagem abaixo): 


Agora vamos pensar. Entre Iretama e Campo Mourão, será que somente a residência da senhora Marlene Ribeiro de Lima estaria irregular?

Espaço aberto no blog para qualquer explicação ou nota sobre a notícia veiculada.