Fim de semana movimentado no setor policial em Palmital - #CentralR3 - Política, notícia, humor e opinião!!

segunda-feira, 13 de julho de 2020

Fim de semana movimentado no setor policial em Palmital


Por volta das 18h00min do dia 12 de julho de 2020, a Polícia Militar de Palmital recebeu solicitação de um senhor, o qual relatou que ao chegar em sua casa, na Rua Princesa Isabel, Centro, às 15h58min, percebeu que a janela dos fundos foi arrombada e a casa estava toda revirada. No local, o mesmo informou a equipe que deu por falta de cerca de R$ 400,00 (quatrocentos reais) em dinheiro, um vídeo game Xbox 360 preto, cerca de 07 camisetas, diversas joias e um rifle Semiautomático calibre .22 Lr, da marca CBC, registrado.


O mesmo possui câmeras de segurança e pelas imagens foi possível identificar dois masculinos de cerca de 1,70 m de altura, magros, sendo que um deles trajava calção azul, camiseta preta com estampa de caveira e boné branco e possui alargador na orelha esquerda, tatuagens no braço esquerdo e na perna direita, e o outro autor trajava moletom verde.


A equipe realizou buscas no intuito de localizar os autores, mas nada foi encontrado até o momento. A vítima foi orientada.

 

Mãe é ameaçada pelo próprio filho


Já por volta das 19 horas, a equipe recebeu uma denúncia anônima de que dois masculinos estariam ameaçando a mãe de um deles com um revólver no interior da casa dela na Rua Imaculada Conceição, Barro Preto. A equipe deslocou até o local, onde foi abordada pela senhora, 43 anos, a qual relatou que seu filho, 18 anos, adentrou sua residência, juntamente com outro rapaz que a vítima não conhecia e ambos começaram a ameaçar ela e seus filhos, 19 anos e 16 anos, com um revólver dizendo que iria atirar neles, sendo que com a chegada da equipe correram para o mato.


A equipe adentrou no local informado e realizou buscas no matagal, logrando êxito em abordar um indivíduo e um homem, 30 anos. Com os mesmos foi encontrado 0,40 gramas de substância análoga à Crack, um simulacro de revólver e um celular Motorola preto.


Diante dos fatos a equipe encaminhou os autores, juntamente com as apreensões para a 44ª SDP de Palmital. Foi encaminhada a vítima, sendo que seus dois filhos também vítimas da ameaça são portadores de deficiência mental e tomam remédios controlados, estando nervosos e não aptos a acompanhar a equipe.