Header Ads

Sessão relâmpago! De acordo com prefeita, falta de parecer vai paralisar obra em Manoel Ribas


Olha só o que aconteceu em Manoel Ribas. Por falta de parecer da Comissão de Finanças e Orçamento, formada pelos vereadores Marcio Patera, Ronaldo Grochoski e Toninho Garcia, os serviços de Patrulha Rural que estavam sendo realizados na localidade Barra Preta, serão paralisadas.

A prefeita de Manoel Ribas, Bete Camilo, usou sua página no Facebook, para explicar o que houve.

“Para que todo o serviço fosse concluído, solicitamos ao Consórcio a extensão do prazo em que as máquinas ficariam em Manoel Ribas. Mas, para custear o combustível e operadores neste período, precisamos de autorização da Câmara de Vereadores. Enviamos o projeto de complementação do orçamento, os vereadores marcaram uma sessão extraordinária nesta quarta-feira (13), mas os vereadores que integram a Comissão, Marcio Patera, Ronaldo Grochoski e Toninho Garcia, não deram o parecer necessário para que as obras continuem”, explicou a prefeita.

“Quero aqui, deixar bem claro a toda a população de Manoel Ribas, que o Município tem dinheiro em caixa para custear esta obra que tem mudado a realizada dos moradores da comunidade Barra Preta, bem como de todos que utilizam a estrada. Infelizmente, por falta de comprometimento de alguns vereadores com a população, a obra será paralisada por tempo indeterminado. Já passou da hora de alguns vereadores deixarem a política de lado e pensarem no povo. Ou vocês acham justo que uma obra deste tamanho pare por picuinhas? Porque eu não acho!”, finalizou a prefeita.

A sessão extraordinária durou apenas 1 minuto e 23 segundos.

Os vereadores citados, também utilizando as redes sociais, disseram que a prefeita está mentindo e que o projeto ainda nem foi votado, e que sim, será votado na próxima segunda-feira, dia 18.

Ouça como foi a sessão extraordinária:

Publicidades: