Publicidade:

Publicidade:

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Prefeitura emite nota sobre operação da Polícia. Servidor público deverá prestar esclarecimentos!


A prefeitura do Município de Roncador, como geralmente tem feito em situações polêmicas como a que ocorreu nesta quarta-feira (16), onde o Município também foi alvo de uma operação que mira fraudes em licitações, emitiu uma nota oficial sobre o caso.

Lembrando que este pequeno e humilde bloguezinho não recebeu oficialmente essa nota, apenas recebemos alguns fragmentos do suposto documento por terceiros (talvez o pessoal do Executivo nos veja como inimigos públicos, sic).

Fato é que, na explicação, o município conta que nunca houve qualquer solicitação de documentos ou informações sobre os procedimentos licitatórios cujo objeto fosse a aquisição de peças e que souberam da operação através da imprensa, entre parênteses, Portal G1 Paraná.

Segundo a nota, o que houve, foi pedido de apresentação de um servidor público do Município, para que o mesmo preste esclarecimentos junto à Delegacia da Polícia Civil de Foz do Iguaçú.

No item “V” da nota, o Diretor Jurídico do Município, senhor Antônio Marcos Rosa, explica que o município fez diversas aquisições de máquinas pesadas novas e realizou diversos procedimentos licitatórios visando a aquisição de peças genuínas, de diversas marcas. Que participaram destes certames, tanto empresas representantes das referidas marcas, quanto empresas especializadas nas mesmas marcas, inclusive duas das quais o Município teve conhecimento na data de hoje (dia 16, quarta-feira) como sendo investigadas, quais sejam, as empresas CATERVEL e VIANMAQ.

Curiosidade que na nota oficial, foi divulgado o nome das empresas investigadas, mas não o nome do servidor público que deverá prestar esclarecimentos sobre os fatos.

Publicidade:

Publicidade: