Publicidade:

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Ficou feio! Servidores e vereadores de Mato Rico devem devolver diárias


O número é do PT. São 13 pessoas de Mato Rico, entre vereadores e servidores da Câmara de Vereadores, que terão que devolver R$ 15.332,00 aos cofres do Município. De acordo com o Tribunal de Contas do Estado do Paraná, o valor foi recebido indevidamente em 2015, na forma de diárias, sendo que os responsáveis não conseguiram comprovar a realização das viagens ou receberam os benefícios integralmente apesar de inexistir pernoite.

Entre os responsáveis, estão vereadores e ex-vereadores, inclusive o ex-presidente da Câmara, Geraldo Boschen, que foi responsabilizado solidariamente por todas as devoluções, além de ter sido multado em R$ 4.154,00.

O ex-presidente terá que restituir R$ 1.098,00; o ex-vereador Valdomiro Ortiz, R$ 1.164,00; os vereadores Danilo Miranda, atual gestor da Câmara, R$ 1.762,00; Dirceu Gonçalves de Oliveira, R$ 1.762,00; Edivaldo Jacinto Hipólito, R$ 1.762,00; Inez Gonçalves de Abreu, R$ 2.128,00; João Ângelo de Almeida, R$ 1.630,00; Josias Ferreira de Lima, R$ 1.798,00 e Marcelo Rak, R$ 998,00.

Primeiro semestre de 2019 já foram gastos quase R$ 15 mil

Em consulta ao Portal da Transparência da Câmara de Vereadores de Mato Rico, pode-se observar que os gastos com diárias continuam. Somente no primeiro semestre de 2019, já foram gastos R$ 14.591,00 com diárias dos vereadores e servidores do Legislativo.

O atual presidente da Câmara de Vereadores de Mato Rico é o vereador Danilo Miranda.