Header Ads

Polêmica em Manoel Ribas. Objetivo é gerar pânico?


Recebemos alguns prints de conversas que teriam acontecido em um grupo fechado do WhatsApp, que tem como objetivo trocar informações sobre o coronavírus. Fazem parte do grupo, pelo que parece, profissionais da Secretaria de Saúde do Município de Manoel Ribas.

Pois bem, no print enviado para nossa redação, mostra um debate sobre o caso de um indígena que a princípio suspeitava-se de ter contraído o coronavírus, mas que posteriormente teria sido descartado, suspeitando se tratar do vírus H1N1 (gripe suína).

No decorrer do debate, foi sugerido a divulgação de suspeitas positivas em Manoel Ribas, como objetivo de alertar e fazer com que a população entenda a situação.

“Precisamos positivar algumas suspeitas para que a população entenda a gravidade”, teria postado um médico no grupo.  

Em outra mensagem, integrante do grupo fala: “as pessoas tem que ficar em pânico sim! Tem que acordar pra vida”.



Inclusive uma nota foi divulgada nos grupos de WhatsApp, dizendo que havia um caso suspeito de coronavírus, sendo investigado em Manoel Ribas.

A nota gerou mais polêmica e teve pessoas que chamaram a mensagem de Fake News e pediram para os responsáveis se retratarem.

Espaço aberto no blog para qualquer informações sobre a matéria divulgada.
Tecnologia do Blogger.