Publicidade:

Publicidade:

terça-feira, 5 de novembro de 2019

Parabéns Roncador pelos 58 anos de emancipação política!


O Município de Roncador comemora nesta terça-feira (5), 58 anos de emancipação político-administrativa.

Parabéns a todos os roncadorenses pelos seus 58 anos de emancipação política!



Breve histórico de Roncador


Em 1906, o município de Guarapuava era a principal ponte de comercialização de uma área territorial de 54.540 quilômetros quadrados, ou seja, a 4ª parte do Estado do Paraná. Através de sucessivos desmembramentos, foi perdendo parte das terras, surgindo, por exemplo, os municípios de Palmas, Prudentópolis, Foz do Iguaçu, Laranjeiras do Sul e Pitanga. Do desmembramento de Pitanga, nasceu Campo Mourão e, deste, o município de Roncador.

De Guarapuava, partiram grupos exploradores para o sertão inóspito. Em 1915, a Comissão Exploradora de Terras iniciou a abertura do terceiro "Picadão", que ia de Guarapuava ao Estado de Mato Grosso. A Comissão Exploradora de Terras, quando passou pela região, acampou em um local próximo a um rio. Era noite e o tempo ameaçava uma tempestade. A ventania provocava um forte barulho entre as copas dos pinheiros, que, aliados ao estrondar de uma queda d'água, formavam um ronco ensurdecedor.

Ao rio foi dado o nome de Roncador, denominação que, mais tarde, passou a região. Assim, originou-se o nome do município, que, em 1960, teve como prefeito nomeado João Otales Mendes. Em 1961, aconteceu a emancipação político administrativo e teve como prefeito, entre 1961 a 1965, Eleutério Galdino de Andrade. Atualmente, a prefeita de Roncador é Dra. Marília Perota.

Dois padroeiros

Roncador é um dos poucos municípios do Brasil a contar com dois padroeiros. Além de São Pedro (29 de junho), a cidade venera também São Nicolau (6 de dezembro), que é o santo protetor dos ucranianos. O município passou a ganhar a "proteção" de mais um santo, em homenagem às tradições e influências ucranianas presente em Roncador. Os próprios vereadores da cidade se mobilizaram e criaram o projeto de Lei N.º10/84, instituindo o segundo Feriado Municipal, no dia 6 de dezembro.

Com o passar do tempo, a cidade ficou conhecida pelas redondezas como a cidade da Fé. E para marcar esta característica, dar as boas vindas aos visitantes e homenagear os católicos da cidade, a prefeitura de Roncador, construiu na entrada da cidade, pelo acesso de Iretama, as imagens de São Pedro e São Nicolau, medindo dois metros de altura, feitas de fibra de vidro. Os monumentos são acompanhados de paisagismo e iluminação.

Publicidade:

Publicidade: