Publicidade:

sexta-feira, 22 de março de 2019

Em Roncador, acadêmicos pagam R$ 210,00 por mês pelo transporte

As polêmicas envolvendo a OEAR (Organização dos Estudantes Acadêmicos de Roncador) sempre foi um acontecimento de praxe entre os estudantes. As vezes devido o valor das mensalidades, outras vezes devido às inadimplências e muitas das vezes, devido a forma que a diretoria comanda a entidade.

Nessa semana, na página da Prefeitura de Roncador no Facebook, uma foto publicada onde mostra a prefeita, vereadores, secretária de Educação e parte da diretoria da OEAR, durante a assinatura do Termo de Fomento para promover o transporte dos acadêmicos. Tudo muito bonito e politicamente correto!

O que a postagem não mostrou, foi o valor da mensalidade que os acadêmicos terão que pagar durante o ano de 2019 por esse transporte. Os acadêmicos precisarão desembolsar R$ 210,00 reais por mês, ou seja, mais de R$ 2 mil por ano, para realizar o sonho de concluir um curso universitário.

Isso tudo, além da contrapartida do Município, que seria o tal Termo de Fomento, que indiretamente também sai do bolso de todos os roncadorenses, no valor de R$ 210 mil em 10 parcelas no ano.

Em Nova Cantu por exemplo, a Prefeitura deixou a disposição dos acadêmicos um ônibus e uma Van, para os alunos que utilizam o transporte e em contrapartida, os acadêmicos pagam R$ 125,00 por mês pela utilização. 


Porquê é que Roncador não faz igual o Município vizinho?