Publicidade:

sábado, 22 de dezembro de 2018

Corpo de mulher assassinada em Cafelândia permanece no IML. Filhos estão em Mato Rico


O corpo de uma mulher que foi assassinada em Cafelândia permanece no IML, pois não conseguem encontrar familiares para a retirada. A informação é da página no Facebook, GR Informações.

De acordo com a página, o corpo de Josiane Porfírio, 32 anos, que foi brutalmente assassinada na madrugada de sexta-feira (21) em Cafelândia, permanece no IML aguardando ser liberado por um familiar.

Josiane não tem mais nem pai nem mãe. Os únicos familiares seriam apenas um irmão que possivelmente resida em Roncador, mas não há informações concretas, e o esposo que está foragido, sendo o principal suspeito pela morte e assim não há nenhum parente próximo que possa liberar o corpo.

Os quatro filhos do casal foram levados pelo pai, para a casa da avó paterna, na cidade de Mato Rico. Eles têm 12, 14 e 15 anos (dois deles tomam remédios controlados). O Conselho Tutelar foi acionado para verificar a situação das crianças.