Publicidade:

quarta-feira, 22 de março de 2017

Manoel Ribas: Qual a credibilidade de um palhaço?


Em Manoel Ribas está "rolando" um grande chororô num grupo do WhatsApp, após uma postagem mentirosa.

O chocante é analisar em alguns comentários sobre a postagem, a quantidade de pessoas de boa índole, imaculadas, que surgiram, opinando, sendo os donos(as) da razão. Verdadeiros "santos" e "santas". O grupo quase virou um santuário (amém).

Analisando os fatos
O pior é começar a analisar friamente os fatos. Muitas pessoas durante as eleições cobram dos candidatos para colocar adesivo no carro, ou para demonstrar apoio à determinada candidatura. Então vem a público falar em honestidade. Em fidelidade. Faça meu favor. Menos charlatanice, a cidade é pequena e todos se conhecem...

Outros, acreditando que o candidato da oposição vai ganhar a disputa, abandonam a prefeita e resolvem pular do barco algumas semanas antes da eleição, vestindo a camisa, suando na campanha, mas o barco acabou afundando (ô azar) e agora vem "pregar de bom moço", falando de caráter, de lado político, blá-blá-blá.

Quem não conhece essas pessoas, acabam até acreditando no que dizem...