Publicidade:

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Pesquisa que tenta induzir eleitores e denúncias incabíveis. Bem vindos a Roncador!

Em Roncador, no período eleitoral acontece de tudo. Agora, eis que me surge uma pesquisa pra saber de quem é a culpa da prefeita estar "impugnada"? Aí é pra acabar né...

De acordo com informações, os questionários eram em torno de quem era a culpa pela "impugnação": Da própria prefeita, dos advogados da coligação ou da juíza.

Afinal, qual seria o interesse em questionar a população sobre isso? Ou seria uma forma de induzir os questionados a acreditar que a prefeita, candidata a reeleição, Doutora Marília, estaria realmente "impugnada"?

Desta forma, trata-se de uma pesquisa irregular e ilegal, que deveria ser investigada mais a fundo, ainda porque, um vereador, candidato a reeleição, estaria transportando o pessoal da pesquisa. 

Outro acontecimento:
O pior é que a segunda-feira (19) foi um tanto quanto cômica, de acontecimentos e ações vergonhosas.

De acordo com as informações, teve um vereador que realizou denúncia no Fórum da Comarca, sobre o uso de um prédio público para fins particulares. Aí já viu né... A notícia espalhada é que a promotoria de Justiça estaria se deslocando até o local para averiguar a veracidade da denúncia.

O local indicado, se tratava de um galpão, próximo ao CTG Cachoeira da Saudade. Por lá, se formou uma grande aglomeração de veículos e pessoas, todos na ânsia de ver o desenrolar da situação e esperando que alguém iria se dar mal, até que, realmente, o Promotor de Justiça chegou. Acompanhado de policiais, foi até o referido galpão para checar se a denúncia realmente tinha cabimento, mas não!

Testemunhas ouviram que o Promotor pediu para que todos deixassem o local e que da próxima vez, deveriam fazer denúncias sólidas e com fundamentos.

Que ruim e feio né... Acionar o judiciário para averiguar uma denúncia incabível.

Ao final, teve carreata. Cada um para sua casa...